Arthur Maia sem apoio no partido

Arthur Maia, relator da Previdência, não está tendo o apoio nem de gente do seu próprio partido partido, o PPS.

“A reforma já não contava com muita simpatia dos parlamentares. Com a desmoralização deste governo e a proximidade do período eleitoral, a matéria perde ainda mais força”, afirmou sua correligionária Eliziane Gama, do Maranhão.

Como registramos ontem aqui, Maia acha que, por enquanto, já fez sua parte.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 3 comentários
  1. Bom, se fosse fácil já teria sido feito.
    O governo tem 14 meses. E muitos cargos e emendas parlamentares para liberar.

Os comentários para essa notícia foram encerrados.