As saídas do Tesouro e a nossa

Hoje, noticia a Bloomberg, o Tesouro cancelou um leilão de títulos prefixados. Traduzindo: deu-se conta de que ninguém estava disposto a financiar o desacreditado e incompetente governo brasileiro a juros que, amanhã, certamente serão mais altos do que os combinados previamente.

Para captar dinheiro, o Tesouro tem três opções: emitir títulos com prazos mais curtos de vencimento, emitir títulos com juros ainda maiores e aumentar a oferta de papéis pós-fixados — ou seja, com juros a serem definidos no momento do resgate por parte do credor.

Para salvar o Brasil, só existe uma opção: o impeachment de Dilma Rousseff.

Ocê teim um dinheirim aí preu?

Faça o primeiro comentário