Bernanke no lugar de Levy?

O ex-presidente do Banco Central norte-americano, Ben Bernanke, revelou em suas memórias da crise de 2009 que considerou trocar a meta de inflação dos EUA por uma de crescimento para preservar empregos e sair da recessão. Ele desistiu da ideia quando percebeu que precisaria explicar isso aos políticos. Com isso, Bernanke mostra que, às vezes, a opção a ser encaminhada não é sempre a melhor, mas a possível.