BNDES deve tomar calote de US$ 561 milhões de Cuba

BNDES deve tomar calote de US$ 561 milhões de Cuba
Província de Artemisa-Cuba, 27/01/2014. Presidenta Dilma Rousseff durante inauguração do Porto de Mariel. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Gustavo Montezano disse ontem, durante live com Jair Bolsonaro, que Cuba deve dar um calote de US$ 561 milhões (R$ 2,3 bilhões) no BNDES.

“Emprestamos US$ 566 milhões”, afirmou, em referência ao financiamento do Porto de Mariel.

“Quem vai pagar essa conta?”, perguntou o presidente.

“Nós aqui, o povo”, respondeu o presidente do banco estatal.

Chile: sob todos os aspectos, VOCÊ precisa entender os protestos contra o governo de centro-direita. Saiba mais
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO