Bolsa cai 4,8% em setembro e tem pior mês desde início da pandemia

Bolsa cai 4,8% em setembro e tem pior mês desde início da pandemia
Foto: B3

Em setembro, a Bolsa de São Paulo teve seu segundo mês seguido de desvalorização, com recuo de 4,8%. É a maior queda desde março, quando a OMS declarou pandemia de Covid-19 e o Ibovespa despencou quase 30%.

Nesta quarta (30), a Bolsa recuperou parte da forte queda do início da semana e subiu 1%, encerrando o período a 94.603 pontos.

O dólar terminou o mês com alta de 2,55%, cotado a R$ 5,62. Em 2020, a moeda americana já se valorizou 40% ante o real, que tem o pior desempenho entre seus pares nos países emergentes, informa a Folha.

Entre vários motivos para o mau desempenho da Bolsa e do real em setembro, analistas apontam maior risco fiscal no Brasil e a perspectiva de aumento dos gastos do governo.

Leia mais: Combo O Antagonista e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês
Mais lidas
  1. Huck 2026?

  2. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  3. Mensagens de WhatsApp revelam que militares bolsonaristas perderam a chance de comprar vacinas

  4. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  5. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários
TOPO