Bolsonaristas querem um teto para o extra-teto

Bolsonaristas querem um teto para o extra-teto
BRASÍLIA, DF, 01.10.2019 – FERNANDO-BEZERRA: O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), durante sessão de votação da reforma da Previdência, em Brasília, nesta terça-feira (1). (Foto: Mateus Bonomi/Agif/Folhapress)

O coronavoucher só pode ser pago estourando o teto de gastos.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, disse para a Folha de S. Paulo:

“Você tem que fazer auxílio através do extra-teto, e para fazer através do extra-teto, você precisa de uma autorização constitucional. É simples assim. Você tem que aprovar uma autorização constitucional para você gastar fora do teto. Não tem espaço no Orçamento. Isso precisa ficar fora do teto. Não tem gordura nenhuma no Orçamento. Então para poder pagar o auxílio emergencial, seja de R$ 250, seja de R$ 300, seja para 30 milhões ou 35 milhões de pessoas, seja para o público que for, não tem dinheiro no Orçamento. Então você precisa da PEC.”

Ele disse também:

“Tem muitos senadores discutindo que a PEC não pode ser um cheque em branco, e excepcionalizar o teto para qualquer valor. Então você tem que dar um limitador (…). Você tem que ter um valor, uma trava. Esse valor faz parte da negociação, porque aí você vai definir o público [do auxílio], vai definir o valor da parcela. Eu acho que é muito provável que a gente termine fixando um teto para os gastos extraordinários, nesse segundo esforço de enfrentamento da pandemia.”

O bolsonarismo quer inventar um teto para o extra-teto.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO