Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Bolsonaro está prisioneiro dos interesses paroquiais do Congresso"

O ex-presidente do Banco Central Gustavo Loyola avalia que o Legislativo está na trilha de irresponsabilidade fiscal junto com o Executivo
“Bolsonaro está prisioneiro dos interesses paroquiais do Congresso”
(Foto: Gabo Morales/ Foto: Tendências Consultoria/Divulgação)

O ex-presidente do Banco Central Gustavo Loyola (foto) afirmou, em entrevista ao Estadão publicada hoje, que “Bolsonaro está prisioneiro dos interesses paroquiais do Congresso”. O economista avalia que o Legislativo está na trilha de irresponsabilidade fiscal junto com o Executivo.

“O governo segue cometendo erros bisonhos, crassos, na gestão fiscal. Raras vezes se viu o Executivo tão nas mãos do Congresso como agora. É irônico que o presidente [Bolsonaro] assumiu com uma promessa de nova política, mas está agora totalmente prisioneiro dos interesses paroquiais do Congresso. Houve a questão do orçamento secreto e a situação vem se deteriorando. Claro que existem algumas vozes sensatas no Congresso, mas a verdade é que o Legislativo também está nessa trilha de irresponsabilidade fiscal em dobradinha com o Executivo.”

Gustavo Loyola também afirmou que a PEC dos Precatóriosque deve ser votada nesta quarta (1) no plenário do Senado — é uma pedalada mais “elegante”. 

“Veja, pensando na ex-presidente Dilma, é claro que um impeachment é uma questão política, mas o fato que levou ao início do processo foram as pedaladas fiscais. É irônico ter hoje um governo que pedala também – e junto com o Congresso. A PEC dos Precatórios é uma pedalada mais ‘elegante‘. Quando se joga para frente o pagamento de uma dívida líquida e certa para fazer gasto eleitoreiro, substancialmente, temos o mesmo fenômeno do passado acontecendo.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....