Bolsonaro recua sobre suspensão do contrato de trabalho por 4 meses

Bolsonaro recua sobre suspensão do contrato de trabalho por 4 meses
Brasília 18/06/2019 FOTO: Adriano Machado/Crusoe Solenidade de Sanção da Lei de Combate às Fraudes Previdenciárias. presidente Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro revogou o trecho de medida provisória que permitia que fossem suspensos por quatro meses os contratos de trabalho em função da pandemia do coronavírus.

O texto estabelecia que poderia ser criada uma compensação mensal estabelecida por acordo, mas sem natureza salarial.

O governo foi alvo de duras críticas porque não foi editada nenhuma medida de compensação para os empregados.

Bolsonaro cedeu às pressões de sindicalistas e seus representantes.

Ninguém parece ter entendido que o mundo QUEBROU.

Tudo o que você precisa saber sobre a MP trabalhista contra a crise do coronavírus (nada de limbo)

Leia também: Coronavírus: ameaça à saúde — e à economia.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 74 comentários
TOPO