Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Bolsonaro desiste de vetar emendas do 'orçamento paralelo'

O presidente vetou apenas os mecanismos que permitiam aos parlamentares terem mais autonomia sobre a destinação de recursos
Bolsonaro desiste de vetar emendas do orçamento paralelo
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Jair Bolsonaro recuou no veto às chamadas emendas de relator no orçamento de 2022. Esse recurso é destinado à base eleitoral dos parlamentares sem qualquer transparência. Em 2021, somaram R$ 3,3 bilhões — o valor para o próximo ano ainda está sendo definido.

O presidente vetou apenas mecanismos que permitiam aos parlamentares terem ainda mais autonomia sobre a destinação de recursos. Se o trecho fosse mantido, os ministérios teriam de aguardar a manifestação do Congresso para saber onde aplicar o dinheiro.

Na última sexta-feira (20) Planalto havia anunciado que Bolsonaro vetaria a criação dessas emendas por motivos de política fiscal”. Os vetos à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) foram publicados hoje no Diário Oficial da União.

Como mostramos mais cedo, Bolsonaro vetou os R$ 5,7 bilhões para o Fundão Eleitoral, mas já admite aprovar R$ 4 bilhões.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....