Brasil importará arroz dos EUA e da Tailândia, diz Tereza Cristina

Brasil importará arroz dos EUA e da Tailândia, diz Tereza Cristina
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, participa de audiência pública na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados.

A taxa zero para importação de arroz de países de fora do Mercosul deverá beneficiar principalmente os EUA e a Tailândia em suas exportações para o Brasil, disse Tereza Cristina nesta quinta-feira, 10.

Ontem, conforme publicamos, a Camex decidiu zerar a tarifa de importação do arroz para tentar atenuar os preços recordes do produto no país.

A isenção da tarifa de 10% a 12%, para o arroz em casca e beneficiado, respectivamente, vale para uma cota de 400 mil toneladas até o final do ano, ou 35% das importações totais projetadas pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) para 2020.

“Agora, é claro que o arroz demora um pouco para entrar”, explicou a ministra da Agricultura em entrevista à Rádio Gaúcha.

“Ele vem basicamente dos EUA e Tailândia, que são os países que podem exportar porque é o mesmo tipo de arroz. Nós temos outros países produtores, mas é de outro tipo”, acrescentou Tereza Cristina.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários
TOPO