Brasil mais aberto

A equipe econômica deve anunciar medidas unilaterais para cortar tarifas de produtos importados, segundo os analistas do Bradesco.

A reportagem do Infomoney cita um estudo do Banco Mundial, de acordo com o qual um corte desse tipo poderia elevar o potencial de crescimento do Brasil em 0,9 ponto percentual nos próximos 12 anos, com o aumento da produtividade.

Como diz a CrusoéDeixem o Guedes trabalhar.

Paulo Guedes (o 'posto Ipiranga' de Bolsonaro) está disposto a suportar o fogo amigo? LEIA AQUI

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 45 comentários
    1. Máquinas e equipamentos são as únicas coisas importadas no Brasil com menos impostos, desde FHC, a indústria importa alegando aumento de produtividade e o povo se ferra, tem que pensar no cidadão

  1. Espero que lembrem da pessoa física, só derrubam impostos de CNPJ, se proibir cobrança de impostos de importação dos custos do frete, manter apenas do produto, já seria um grande avanço

    1. Cobrar imposto usando frete e seguro na base de cálculo é um roubo legalizado. Quem implementou essa regra deveria estar na cadeia.

  2. Excelente ! Poucos brasileiros sabem que para um cidadão importar um veículo novo tem que pagar um imposto de 75% do valor da nota fiscal para circular no país. Já os veículos usados são proibid

    1. Imaginem um empresário que depende de máquinas e insumos importados, pra renovar o maquinario é praticamente inviável, fazendo com que a produção fique à quem do que poderia ser

    2. Oq quebra a exportação é o custo brasil, alto custo de produção por N motivos, inclusive pelo protecionismo, fazendo com que máquinas e insumos custem caro aos empresários BR

    1. Essa conversao não é correta. 34 mil reais que vc citou, em sendo nos EUA vc tem que considerar 34 mil dólares

    2. Tirando as armas de fogo, vc já compra tudo por esse preço seu animal imbecil carro zero por 34 mil Reais e TV 43 por 1.300, olha a coverção do Real pro dolár seu jumento!!!

  3. É a economia baseada no bilateralismo, e não em acordos globalistas, que visam quebrar e relativizar soberanias nacionais. O Brasil ajudará mais do que a si, ajudará a civilização.

    1. Cara sem sentido. É a mesma coisa. O resultado final é igual. É mais fácil jogar em grupo. Tem mais poder de barganhar. Negócio é negócio. Papo furado de ‘soberania nacional’ vendendo frango

    2. Esse é o pensamento de leigo. Abrindo a economia, PJ e PF tem condições de adquirir produtos de qualidade, melhorar a produção e eficiência, consequentemente gerando prosperidade e impostos

    1. Lula era igual vc, não sabia nem português direito seu imbecil, Bolsonaro já é melhor que vcs dois não precisa fazer nada pra isso sua Anta!!

    2. Melhor que o Lula ? Só de saber ler, o novo presidente já é bem melhor. Teu deus está preso em Curitiba, babaca !

    1. Luiz, isso se resolve com concorrência. Tem que desburocratizar, desregulamentar e garantir a propriedade privada. Assim você abre o país verdadeiramente.

  4. Não se trata de protecionismo. Acontece que o governo teria que abrir mão dos 50% de impostos que cobra sobre quase tudo. Lá nos EUA o imposto é de 5%. aposta que vão recuar e vai ficar assim msm

    1. A taxa de impost0 nos EUA é só 4% menor que a do Brasil seu imbecil, a diferença é que lá a economia é muito maior seu idiota!

  5. O brasileiro tem que ter acesso a itens de informática, celulares, tablets. Só conseguimos derrotar o PT porque tivemos como nos informar pela Internet. Brasil não fabrica, só monta. Zera a tarifa

    1. Não adianta ter acesso a informação e não ter serviços públicos, não será zerado de forma alguma e não deveria ser mesmo!

    1. Esse é o pensamento de leigo. Abrindo a economia, PJ e PF tem condições de adquirir produtos de qualidade, melhorar a produção e eficiência, consequentemente gerando prosperidade e impostos

    2. Porque lá você comprar produtos de primeira linha e aqui só refuto ou de baixa qualidade. Se baixar os impostos para 5% como se pratica nos EUA, o Brasil quebra. A China será a grande beneficiada.

  6. Adianta aumentar traço d competitividade falindo indústrias comercio e serviços d brasileiros em favor d chineses? Baixar unilateralmente a guarda na briga do Com ext. E BURRICE ou + sabotagem MAÇ

    1. Reduzir pra 5% de imposto não adianta nada por si só seu idiota, o que reduz preço é a competitividade, sem isso as empresas só aumentam a margem de lucro seu imbecil!!!

    2. Esse é o pensamento de leigo. Abrindo a economia, PJ e PF tem condições de adquirir produtos de qualidade, melhorar a produção e eficiência, consequentemente gerando prosperidade e impostos

    3. Concordo plenamente. Só é possível se os impostos sobre produtos AQUI forem iguais aos nos EUA – 5%. Senão vai quebrar todo mundo e a China vai rir à toa, pois nem EUA estão conseguindo supera-l

  7. A cobrança a partir dos 50 dolares que é cobrada pela alfandega do cidadão comum deveria ser aumentada para 200 dolares. Deveria haver tambem uma diminuição nos serviços de correios.

    1. Não é o que está sendo falado na reportagem. É sobre todos os produtos. Se abrir o mercado o Brasil quebra. A alfândega aquela ali da maleta na mão pode liberar q não tem problema.