Braskem aperta o cinto

O Antagonista foi informado de que a Braskem fez hoje em São Paulo uma reunião interna, com executivos de suas filiais no exterior.

Foram comunicados o enxugamento da estrutura do escritório de Rotterdam – onde é feita a aquisição de nafta no mercado internacional, quando não compram da Petrobras – e o fechamento do escritório de Cingapura, usado para o comércio de propeno, eteno e butadieno.

Está sendo analisada uma redução total da folha de pagamento.

Faça o primeiro comentário