Cade abre inquérito para investigar possível cartel de transportadoras de valores

Cade abre inquérito para investigar possível cartel de transportadoras de valores
Foto: Humero Simpson/Wikimedia

A Superintendência-Geral do Cade abriu nesta terça (15) inquérito administrativo para investigar denúncia de cartel contra as principais transportadoras de valores.

Foram denunciadas Brink’s, Prosegur e Protege, além de associações do setor: a Associação Brasileira de Transporte de Valores (ABTV), a Federação Nacional das Empresas de Transporte de Valores (Fenaval) e a Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores (Fenavist).

Segundo ofício assinado por Walter de Agra Júnior, procurador-chefe do Cade, “[c]hegou ao conhecimento desta Procuradoria Federal Especializada notícia de que as representadas estariam atuando em potencial coordenação (com suspeitas sérias de conluio) para não apenas impedir que outros concorrentes da franja de mercado dele participem, mas para efetivamente dividi-lo e impor a ele o incremento de preços praticados”.

Leia mais: Crusoé revela documentos de leniência que a holding JBS omitiu da Justiça. Há ainda novos detalhes de repasses feitos a ministros do atual governo e ao Instituto Lula.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO