Cade rejeita recurso do MPF e mantém aprovação a acordo Embraer-Boeing

O tribunal do Cade rejeitou nesta quarta-feira o recurso apresentado pelo MPF contra a decisão do órgão de aprovar a compra de parte da Embraer pela Boeing.

Com a decisão de hoje, a operação entre as duas empresas foi confirmada em definitivo.

Segundo o tribunal do órgão, o MPF “não tem legitimidade para recorrer de decisão do Cade no âmbito de atos de concentração”.

A venda do controle da divisão comercial da empresa brasileira para a americana foi anunciada em julho de 2018 e é avaliada em US$ 4,2 bilhões.

COMO ELE VIROU O VICE QUE BOLSONARO QUER. Saiba mais
Mais notícias
TOPO