Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Campos Neto diz ser "perfeitamente possível" levar inflação para a meta em 2022

O presidente do Banco Central reforçou que a autoridade monetária manterá o ritmo de alta dos juros em um ponto percentual nas próximas reuniões do Copom
Campos Neto diz ser “perfeitamente possível” levar inflação para a meta em 2022
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Roberto Campos Neto afirmou há pouco que “é perfeitamente possível” levar a inflação para a meta em 2022. Segundo ele, o Banco Central seguirá o ritmo atual de alta dos juros, com elevação de um ponto percentual na próxima reunião do Copom. As declarações foram dadas em evento online promovido pelo banco Goldman Sachs.

“É perfeitamente possível fazer o trabalho, a menos que outros choques aconteçam, com esse ritmo que estamos mantendo”, disse.

Campos ainda reforçou que o BC fará o que for necessário para levar a inflação para a meta em 2022.

“É importante enfatizar que nossa meta é 2022 e faremos o que for preciso para colocar a inflação na meta nesse horizonte”, afirmou.

O ritmo de alta da Selic em um ponto percentual por reunião, acrescentou o presidente do BC, é importante para que o Copom analise os efeitos da medida na economia real.

“Vemos que o melhor jeito de atuar é manter o ritmo, entendendo que a (taxa) terminal é o mais importante e o tempo que ganhamos é muito valioso para conseguirmos decifrar as informações no curto prazo e também para entendermos como essa transmissão está acontecendo na curva de juros e como as expectativas estão se comportando”, disse.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO