Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Chilique no mercado financeiro"

A partir de novembro, mercado deve sentir os efeitos do favoritismo de Lula e Bolsonaro em 2022
“Chilique no mercado financeiro”
Foto: Twitter/Lula/Ricardo Stuckert

“O Brasil poderá enfrentar um chilique do mercado financeiro com as notícias relacionadas à eleição presidencial de 2022, diz Fábio Alves.

“Isso porque a expectativa é de que as eleições comecem a afetar os preços dos ativos brasileiros a partir de, pelo menos, novembro deste ano (…).

Como em pleitos anteriores, a polarização entre as candidaturas de direita e de esquerda – desta vez, representadas pelas chapas encabeçadas por Bolsonaro e Lula – vai gerar maior volatilidade nos preços. Mas se, ao redor de novembro, ainda houver a ausência de uma terceira via – um candidato de centro – competitiva, a habitual polarização poderá exacerbar movimentos de mercado.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO