Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

China proíbe transações com criptomoedas; bitcoin cai 4%

Instituições financeiras, empresas de pagamento e internet foram proibidas pelo governo chinês de facilitar operações com moedas virtuais
China proíbe transações com criptomoedas; bitcoin cai 4%
Foto: MichaelWuensch/Pixabay

O Banco Popular da China, o banco central da segunda maior economia do mundo, anunciou que todas as transações com criptomoedas no país serão consideradas ilegais. No Brasil, o bitcoin registra queda de 4,18%, vendido a R$ 227.750,63.

Em comunicado oficial, a autoridade monetária chinesa afirmou que a medida tem por objetivo manter a segurança nacional e a estabilidade social. Em maio, o governo chinês se comprometeu em acabar com a mineração e as transações com criptomoedas.

A medida faz parte do esforço da China para reduzir riscos financeiros. As criptomoedas, afirmou o Banco Popular da China, não devem circular em mercados como moedas tradicionais.

Instituições financeiras, empresas de pagamento e internet também foram proibidas pelo governo chinês de facilitar operações com criptomoedas.

Mais notícias
TOPO