Com Dilma e sem Dilma

“Não há nada nem de perto comparável à crise atual”.

Foi o que disse Sergio Vale, economista-chefe da MB Associados, à Folha de S. Paulo.

Para estimar o tombo da economia brasileira, ele trabalha com dois cenários: com Dilma Rousseff e sem Dilma Rousseff.

Caso Dilma sobreviva ao processo de impeachment, ele calcula uma queda do PIB de 4,1% em 2016 e de 1% em 2017.

Se a presidente deixar o governo, ele espera queda de 3% do PIB neste ano e expansão de 0,6% no próximo.

Faça o primeiro comentário