Congresso manipula as contas com o aval de Bolsonaro

Congresso manipula as contas com o aval de Bolsonaro
Foto: Adriano Machado/Crusoé

“O Congresso manipulou o orçamento federal para evitar o acionamento dos gatilhos (medidas de contenção de gastos) aprovados na PEC emergencial e turbinar investimentos, com aval do governo do presidente Jair Bolsonaro“, diz o Estadão.

“Os parlamentares diminuíram a proporção de despesas obrigatórias em relação ao total, condição para o acionamento do ajuste previsto no teto de gastos, incluindo o congelamento no salário dos funcionários públicos. A decisão antecipou um movimento para repetir a manobra nos próximos anos e tornar a PEC emergencial uma peça de ficção.”

A PEC, que acaba de ser aprovada, já está sendo pedalada.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO