Contra os grevistas

Michel Temer quer restringir as greves do funcionalismo público.

É uma das melhores iniciativas do governo até agora.

Diz o Estadão:

“Michel Temer redigiu um conjunto de sugestões para ser incorporado ao projeto do senador Aloysio Nunes que regulamenta o direito de greve dos servidores públicos.

Temer define 19 categorias como prestadoras de serviços e atividades essenciais. Em caso de greve, elas terão de manter 80% dos servidores trabalhando. Na área de segurança pública, a exigência sobe para 90% (…).

O Planalto não vai encaminhar suas sugestões em forma de projeto ao Congresso. O combinado é que Romero Jucá assuma a relatoria da proposição de Aloysio Nunes e inclua nela as sugestões do presidente”.

Faça o primeiro comentário