Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CVM abre processo por 'fake news' contra ex-executivos da IRB

Em 2020, presidente e diretor da resseguradora disseram a analistas que o fundo de Warren Buffett havia comprado participação na IRB; bilionário desmentiu
CVM abre processo por fake news contra ex-executivos da IRB
Foto: Wikimedia

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários, que regula o mercado de ações brasileiro) decidiu abrir processo contra dois ex-executivos da resseguradora IRB Brasil Re por divulgação de informações falsas e manipulação de mercado, informa a Folha.

No início de 2020, José Carlos Cardoso e Fernando Passos, então presidente e diretor financeiro da IRB, disseram em reunião com analistas que o fundo de investimentos Berkshire Hathaway, do bilionário Warren Buffett (foto), havia comprado participação relevante na empresa.

Com isso, as ações subiram 6,6% no dia seguinte —só que o fundo de Buffett desmentiu a informação dizendo nunca ter participado nem ter interesse de participar da companhia, detonando uma onda de desconfiança em relação à sua gestão.

Cardoso e Passos renunciaram em meio à crise, e uma investigação contratada pela gestão que os substituiu detectou irregularidades no pagamento de cerca de R$ 60 milhões em bônus a diretores e colaboradores nos anos anteriores.

Segundo a CVM, Cardoso falhou em seu dever de diligência ao divulgar informação falsa ao mercado. Passos, por sua vez, é acusado de manipulação de preços no mercado de ações.

Mais notícias
TOPO