Debandada nas Minas e Energia

Efeito Moreira Franco: Luiz Barroso, presidente da Empresa de Pesquisa Energética, ligada ao Ministério de Minas e Energia, renunciou ao cargo nesta segunda.

É a segunda baixa na equipe do ministério desde que Michel Temer escolheu o amigão Angorá para comandar a pasta.

Paulo Pedrosa, secretário-executivo do MME –nome respeitado na área e visto como o “verdadeiro ministro” durante a gestão de Fernando Coelho Filho–, já havia pedido demissão na semana passada.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

Ler mais 16 comentários
  1. Quem tem sangue bom correndo nas veias, não aguenta tanto esgoto solto por aí. Parabéns a quem não compactua com o jeitinho brasileiro. temer não chegará ao fim do mandato. Agora que começamos, vamos até o fim nessa catarse.

  2. Aqui a prova que Angorá manipulou a definição de classe média no governo Lula:

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2012/06/25/internas_economia,309127/moreira-franco-defende-modelo-usado-para-definir-classes-sociais-no-pais.shtml

  3. Essa conversa de foro privilegiado explica tudo isso…deveria ser para imunidade política mas não imunidade p ser bandido…Temer sua hora chegará…E com você Renan, Angora, todos!!!!

  4. Angorá, para quem não sabe, foi o mágico que retirou 35 milhões de pessoas da faixa da pobreza… de uma penada só!

    A mágica? Editou um decreto alterando os critérios e definição de pobreza.

    1. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2012/06/25/internas_economia,309127/moreira-franco-defende-modelo-usado-para-definir-classes-sociais-no-pais.shtml

  5. Alô? General Mourão, Augusto Heleno, Tôdeboas, vocês estão aí? Vão dizer que ainda há ordem na organização do estado brasileiro??