Deixando o abacaxi para Temer

Presidente interino, Rodrigo Maia se recusou a assinar medida preparada pelo governo para aumentar a tributação de fundos de investimentos, relata a Folha.

Maia disse a aliados que não assinará nenhum texto de aumento de impostos ou com repercussão ruim entre setores importantes da sociedade. Prefere esperar que Temer volte da China.

Segundo a equipe econômica, a MP que muda a tributação dos fundos de investimento exclusivos poderia gerar R$ 6 bilhões para o caixa do governo, que anda necessitado.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 4 comentários
  1. São nesses momentos que você diferencia estadistas dos populistas. Administrar um país complexo como o Brasil não é para qualquer um, precisa ter coragem. Esse é mais um motivo forte de que Temer é o cara certo para essa travessia!

  2. Os tipos estão aumentando impostos adoidado. E aquele lá, com aquele voz de bilionário, diz “se for preciso aumentar”. É preciso descobrir onde é que esses larápios estão botando essa grana toda. Vai ver essa de “buraco” é meio malandra, como eles.

Os comentários para essa notícia foram encerrados.