Desaparelhando o BNDES

A Folha diz que a nova gestão do BNDES decidiu mudar a política de indicações para o conselho de administração de empresas nas quais o banco tem participação por meio do BNDESPar, privilegiando conselheiros independentes.

A diretora do BNDES Eliane Aleixo Lustosa afirma que esses conselheiros deverão ter experiência em governança corporativa, para “agregar valor às empresas”.

É o mínimo que se espera.

Faça o primeiro comentário