Desenhando para os petistas

Darcísio Perondi, relator da PEC que limita os gastos públicos, disse ao Antagonista no início desta semana que “onze em cada dez deputados” não leram a proposta. A audiência pública de hoje com Henrique Meirelles e Dyogo Oliveira mostrou que é verdade.

Parlamentares como Henrique Fontana, Maria do Rosário e Patrus Ananias insistiram na tese de que a PEC vai “congelar os gastos sociais”. Os ministros tiveram de repetir o que já está claro no texto da proposta.

“O ajuste é um teto para todas as despesas, não é um teto para programas sociais. Não há congelamento de gastos sociais, há uma limitação dos gastos totais.”

Sem economia sólida não há avanço social.