Deutsche é o primeiro a ver alta da Bolsa de NY com Trump

Uma semana após a eleição de Donald Trump, o Deutsche Bank foi o primeiro grande banco do mundo a elevar a projeção da Bolsa de Nova York.

Até o fim do ano, a instituição estima que a S&P 500, um dos principais indicadores do pregão americano, alcance os 2.200 pontos. A estimativa anterior era de 2.150 pontos.

Entre os motivos da revisão, o Deutsche citou que as empresas apresentaram resultados acima do esperado no terceiro trimestre; as chances de corte de impostos e a política fiscal expansionista de Trump, que pode acelerar o crescimento, num momento em que o preço do petróleo ainda está baixo.

Faça o primeiro comentário