ACESSE

Dólar emenda 2ª alta seguida; Ibovespa cai mais de 1%

Telegram

No dia em que Jair Bolsonaro anunciou que está com Covid-19, o dólar emendou a segunda alta consecutiva.

A moeda americana terminou o dia negociada a R$ 5,3856 (+0,63%).

Ontem, o dólar fechou em ligeira alta de 0,59%, cotado aos R$ 5,3521 na venda.

Na parcial do mês, a moeda registra um recuo acumulado de 1,04%. No ano, a alta é de 34,25%.

Ao contrário de ontem, o Ibovespa encerrou o pregão em baixa de mais 1% (-1,19%), aos 97.761,04 pontos.

O principal índice da Bolsa brasileira acompanhou o ritmo das Bolsas americanas, que também fecharam em queda, em meio ao temor sobre uma segunda onda da Covid-19.

O índice Dow Jones recuou 1,51%, com perda de quase 400 pontos. O S&P500 fechou em baixa de 1,08%, enquanto o Nasdaq Composite caiu 0,86%, perdendo 90 pontos.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários