Efeito Bolsonaro no clima econômico

O relatório da FGV sobre o clima para a economia reflete o efeito Bolsonaro.

O indicador subiu de 33,9 pontos negativos em outubro de 2018 para 3,6 pontos positivos em janeiro de 2019.

Na América Latina, a expectativa só melhorou na Argentina, na Bolívia e no Brasil.

Este é um convite à indignação. Veja aqui!

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 36 comentários
  1. Por enquanto só o clima aumentou, concreto nada. Sequer propostas. Empresas continuam fechando e os Bancos sugando o que deveria estar na produção. Juros só servem para banqueiros, ou melhor, agio

  2. A TAXAS de JUROS ZERO e NEGATIVAS AMERICANAS. Levaram os Virgulinos dos USA a Pegarem $$$$ e NÃO PAGAR o Cangaceiro do SPC. Soma-se a Isto a Provável QUEDA de 60% das AÇÕES nas BOLSAS …………

  3. NOVA QUEBRADEIRA MUNDIAL. É o Tema Mais Debatido em USA. O Catastrofismo e a Bancarrota Paira Sobre Todas as ECO-NÃO-MIA. A Farsa-Cracia do PUTEIRO brasiLIXEIRO Não Comenta NADA ……………….

    1. Há um longo ciclo de crescimento nos EUA. Geralmente se seguem a grandes recessões. Ela deve ocorrer, mas como a inflação não dispara, o ciclo se alonga. Não se sabe o tamanho da possível quebr

    1. Isso que dá uma economia 99.99% dependente de commodities + governo corrupto. Devia estar na cartilha comunista da AL, por pouco não fomos no mesmo caminho. ]

  4. Excelentes dados. Agora, poderia ter sido muito melhor no governo Temer se este não tivesse sido estraçalhado pelas futricas do tal PGR rodrigo janot de triste lembranã e, ainda, não julgado p/s/c