ACESSE

Efeito Lewandowski: eu sou você ontem

Telegram

O juiz Francisco Montenegro Neto, da 71a Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, anulou todos os acordos individuais firmados com vigilantes da empresa Hércules com base na Medida Provisória 936, a MP trabalhista, que possibilita a suspensão de contratos e redução de jornada de forma temporária, para aliviar o caixa de empresas em dificuldades e manter empregos durante a pandemia do novo coronavírus. A ação foi movida pelo sindicato da categoria no estado.

O juiz invocou a decisão de Ricardo Lewandowski, segundo a qual os acordos individuais devem ser chancelados pelos respectivos sindicatos. Com isso, o ministro criou a mais completa insegurança jurídica, cacifou os sindicatos para achacar os empregadores e, assim, inviabilizou a aplicação da MP.

O plenário do STF precisa dar um ponto final ao efeito Lewandowski: eu sou você ontem, antes da MP, quando as empresas não tinham margem do ponto de vista trabalhista, para enfrentar a crise econômica mais aguda desde 1929.

Leia a íntegra do despacho aqui.

Leia também: Quarentena: Combo O Antagonista+ e Crusoé por apenas R$ 1,90

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 54 comentários