Efeito retardado

A Bolsa opera em baixa no primeiro pregão do ano. Trata-se de um ajuste tardio à queda dos papeis de empresas brasileiras em Wall Street, na sexta.

Naquele dia, as ADRs (certificados que representam as ações das companhias nas bolsas americanas) recuaram 1,2%.

Como não houve pregão em São Paulo dia 29, a reação está em curso hoje. Por volta das 14h55, a Bolsa recuava 0,6%, aos 59.863 pontos.