Empresários estão proibidos de discutir subsídios, diz secretário

Carlos da Costa, secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, disse a empresários que eles estão proibidos de discutir subsídios com o governo, registra O Globo.

Proteção ao setor e gastos públicos também serão temas vetados, acrescentou o secretário de Paulo Guedes.

Costa afirmou ainda que todos os programas de incentivos fiscais –incluindo o Rota 2030, para a indústria automotiva– serão revistos, mas de maneira gradual, “obedecendo à segurança jurídica”.

“Todo liberal é evolucionário, e não revolucionário. Nós não somos donos da verdade. Por isso, em vez de fazermos mudanças bruscas, tudo será feito de forma gradual.”

Será que o novo presidente se dobrará à velha política? Entenda aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Regtor disse:

    Reformas graduais não é coisa de liberal, mas sim de conservadores. Burke, Struton e Oakeshot nesses caras!...rs

Ler comentários
  1. Clauzer disse:

    Que IDIOTA, ninguém pode proibir pleitos! O qu ele podia dizer, é que o país não pode mais arcar com este custo! Mas não pode proibir! Começando mal!

    1. Clauzer, proibir qualquer pleito não pode - claro. Mas pode não conceder nenhum pleito, e é disso que se está falando.

    2. O governo pode se recusar a discutir o que bem entender. Se será acertado é outra história, mas se acha que não deve haver isso, pode se recusar sim!

  2. EugeniaPositiva disse:

    Tereza, vc é incorrigível!!!

  3. EugeniaPositiva disse:

    Proteção na luta pela sobrevivência, é maléfica ao protetor e protegido. Neste caso, também o povo...

  4. Eurípedes disse:

    Tereza, seu estilo é inconfundível kkkkkkkkk

  5. LIBERTÁRIOS disse:

    Correto. E rever os subsídios a empresas do nordeste criados por Eunício no fim de 2018 é urgente! o nordeste precisa DE NOVAS EMPRESAS e não de CACIQUEZINHOS concentradores de riquezas.

  6. Marcos disse:

    a coisa é bem séria, e estão bancando

  7. majguerini@uol.com.b disse:

    Governo suspendeu o funcionamento de 130 rádios comunitárias hoje, alguém confirma?

    1. Tomara que seja confirmado!Falta fechar os canais de televisão do Lula !!

  8. claudio disse:

    finalmente. empresário que precisa de incentivo é chipim. não merece ser ouvido. o fim da mamata chega para todo. aguardem congresso e judiciário e afins. vamos trabalhar, cambada.

  9. Giovanni disse:

    Se cortarem todos os subsídios eu voto em Bolsonaro em 2022.... Se cortarem todos os Benefócios dos Funcionários Píblicos voto em 2026.... Se igualarem previdencia píblica e privada, voto em 2030

  10. Eduardo disse:

    Que tal começar pela turma do refrigerante da Zona Franca de Manaus?!

  11. Francisco disse:

    Está certo,pois há benesses, mas será que os outros terão condições de competirem com o mercado, principalmente o externo?

  12. fabricio disse:

    Até parece.... Que não pode falar nada sou eu assalariado, pobre e periférico agora o empresariado faz e acontece...

    1. Assalariado, pobre e periférico. É um proletário do Lênin, ou um esquerdinha, na luta de classes. Volte para 1917.

  13. Francisco disse:

    Os empresários é que promovem empregos e se o governo não lhes proporcionar condições para competir em igualdade com o mercado externo, baixando custos, tem que exigir, sim.

  14. Ellimar disse:

    O decreto das armas é puro cosmético. Pura enganação!! A Globo não deu importância porque sentiu que não mudará nada. E essa história do cofre para guardá-las em casa é uma PIADA!!!

  15. João disse:

    Vão caçar subididio na PUHTA QUE PA.RIU. Povo ta ferrado. Precisa do basico. Quem nao tem competencia feche as portas

  16. Nova disse:

    Ótimo, abram a economia!!! Estamos atrasados demais.