Já é alguma coisa

O IPCA-15, espécie de prévia da inflação oficial, recuou para 0,19% em dezembro, ante o 0,26% do mês passado.

Por que esse número importa? Primeiro, porque é a prévia mais baixa para dezembro, desde 1998.

Segundo, porque veio bem abaixo do 0,25% que o mercado, em média, esperava.

Terceiro, porque as curvas futuras de juros já começaram a cair, logo após a divulgação do número – sinal de que os investidores aumentaram as apostas numa queda mais forte da Selic.

A ressalva? No acumulado do ano, o IPCA-15 ficou em 6,58%, acima do teto da meta.

Faça o primeiro comentário