ACESSE

Estudos sobre 'nova CPMF' podem ser retomados, diz Receita

Telegram

O secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, afirmou nesta sexta-feira (15) que os estudos sobre um imposto nos moldes da extinta CPMF podem ser retomados após a pandemia do novo coronavírus.

Esses estudos foram interrompidos após ordem de Jair Bolsonaro, no ano passado. Em videoconferência promovida pelo site jurídico Jota, Tostes alegou que a CPMF foi eficiente enquanto vigorou no país, até 2007.

A instituição do imposto sobre pagamentos é vista com bons olhos por Paulo Guedes, mas Bolsonaro é contra –em setembro do ano passado, Marcos Cintra, então secretário da Receita, foi demitido após defender o tributo.

Leia também: Crusoé: jornalismo de verdade não é para agradar aos poderosos

Comentários

  • Augusto -

    Maravilha, o presidente brinca de forte Apache e quem paga como sempre e a população . Sendo bolsonaristas , petistas e normais .

  • Duk -

    PQP!! Não desistem dessa asneira.

  • MAURICIO -

    Surreal. Enquanto muitos quebram e perdem o emprego, o funcionalismo publico nao só nao ajuda com 1 Real, como ainda aumentam suas regalias, e ainda vao trazer mais impostos.

Ler 43 comentários