Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Filhas solteiras de militares recebem até R$ 117 mil por mês, mostram dados públicos

Ao longo do ano passado, a União gastou R$ 19,3 bilhões com pensões de dependentes de militares, segundo informações divulgadas pela CGU
Filhas solteiras de militares recebem até R$ 117 mil por mês, mostram dados públicos
Foto: Exército Brasileiro/Flickr

Ao longo do ano passado, a União gastou R$ 19,3 bilhões com pensões de dependentes de militares, segundo dados divulgados pela Controladoria-Geral da União (CGU), por meio do Portal da Transparência. As informações são referentes ao período entre janeiro de 2020 e fevereiro do ano passado.

Das 226 mil pessoas que recebem esse tipo de benefício no país, 137.916 são filhas de militares já mortos. Os pensionistas receberam, em média, R$ 5.897,57. No entanto, foram verificados casos de pessoas que receberam valores acima do teto constitucional do serviço público, fixado atualmente em R$ 39,3 mil.

A filha de um marechal da Marinha, por exemplo, chegou a receber R$ 117.012,43, em novembro do ano passado. No caso dela, a pensão do pai é combinada com benefícios de dois ex-maridos que também eram militares, o que lhe garante uma pensão tripla.

Ao todo, pelo menos 77 pensionistas ganharam benefícios maiores que o teto constitucional, em fevereiro deste ano. Na média, receberam R$ 80,3 mil cada, o que consumiu R$ 6,1 milhões dos cofres públicos somente em um mês.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO