Futuro ministro promete tratar tabela do frete com ‘carinho’

Tarcísio Freitas, futuro ministro da Infraestrutura, disse que a intenção da gestão Jair Bolsonaro é resolver a questão da tabela do frete o mais rápido possível, informa a Folha.

“Num primeiro momento, vamos ter um carinho com a tabela, vamos revisar a tabela, estimular que o mercado a pratique”, declarou Freitas.

O futuro ministro também prometeu que, “no primeiro mês, já vamos atacar isso, conversa intensa. Vamos ouvir muito e vamos acordar compromissos”.

Ontem, uma liminar de Luiz Fux suspendeu a aplicação de multas para aqueles que não praticam a tabela. A decisão irritou os caminhoneiros, que voltaram a ameaçar entrar em greve.

Os novos 'donos do poder': você precisa saber o que eles querem e o que estão dispostos a fazer. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 16 comentários
  1. Ministro, os pequenos e médios transportadores estão estrangulados, não tem a minima condição de sobrevivência no mercado atual. Pararam por simples e pura impossibilidade trabalhar no vermelho.

    1. É sério e compreensível o que diz, Paulo. Mas a solução não é o tabelamento de preços. Esta é uma solução antiga e já muito testada: sempre deu errado. Ela distorce os preços e a realidad

  2. Os caminhoneiros dizem que não é uma tabela, e sim, um piso mínimo. Não tem nada “tabelado”. Tem empresa que não quer pagar o piso mínimo e a fiscalização oficial não funciona. Assim, vão

    1. Mil e um malabarismos pra dizerem que está tabelado num piso mínimo… não existiria fiscalização se não fosse tabelado.

  3. Meu amor, vem cá, segura minha mão. Vou acender essa vela para ti tabela do meu coração, vem, vem comigo, vamos acordar, segura aqui, assim, assim, tabela do meu… ai, ui, ih, ahm….

    1. Se não fosse um ignorante saberia que o estado não pode regular os preços artificialmente do mercado, sempre sai bost* no final. Eu também acho que ganho pouco, vamos tabelar tudo, estado me salva

    2. Então acaba com a tabela de frete, imbecil, e você vai ver esse país parando de novo por conta das greves. O mundo não se resume à mercado financeiro. O Brasil é um país pobre.