Futuro ministro promete tratar tabela do frete com ‘carinho’

Tarcísio Freitas, futuro ministro da Infraestrutura, disse que a intenção da gestão Jair Bolsonaro é resolver a questão da tabela do frete o mais rápido possível, informa a Folha.

“Num primeiro momento, vamos ter um carinho com a tabela, vamos revisar a tabela, estimular que o mercado a pratique”, declarou Freitas.

O futuro ministro também prometeu que, “no primeiro mês, já vamos atacar isso, conversa intensa. Vamos ouvir muito e vamos acordar compromissos”.

Ontem, uma liminar de Luiz Fux suspendeu a aplicação de multas para aqueles que não praticam a tabela. A decisão irritou os caminhoneiros, que voltaram a ameaçar entrar em greve.

Os novos 'donos do poder': você precisa saber o que eles querem e o que estão dispostos a fazer. LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Paulo disse:

    Ministro, os pequenos e médios transportadores estão estrangulados, não tem a minima condição de sobrevivência no mercado atual. Pararam por simples e pura impossibilidade trabalhar no vermelho.

    1. É sério e compreensível o que diz, Paulo. Mas a solução não é o tabelamento de preços. Esta é uma solução antiga e já muito testada: sempre deu errado. Ela distorce os preços e a realidad

Ler comentários
  1. Flavio disse:

    Economia desacelerada+Tabela de frete nao atualizada+ Politica de preços da Petrobras achacante+Ministro do Supremo Lewandoviski ultrajando e humilhando cidadao comum=Greve geral

  2. Hoddock disse:

    Será que o bozonaro vai apoiar os grevistas como fez da última vez?

    1. Vai, agora não precisa mais fingir ser liberal, agora é só populismo pra ficar no poder, mesmo jogo de sempre.

  3. Francisco disse:

    Os caminhoneiros dizem que não é uma tabela, e sim, um piso mínimo. Não tem nada "tabelado". Tem empresa que não quer pagar o piso mínimo e a fiscalização oficial não funciona. Assim, vão

    1. Mil e um malabarismos pra dizerem que está tabelado num piso mínimo... não existiria fiscalização se não fosse tabelado.

  4. Thiago disse:

    Uma vez mamador estatista sempre mamador estatista... mais um político mentiroso, nunca mais volto a votar em político de carreira, todos vagabundos.

    1. Se não fosse um ignorante saberia que o estado não pode regular os preços artificialmente do mercado, sempre sai bost* no final. Eu também acho que ganho pouco, vamos tabelar tudo, estado me salva

    2. Então acaba com a tabela de frete, imbecil, e você vai ver esse país parando de novo por conta das greves. O mundo não se resume à mercado financeiro. O Brasil é um país pobre.