Golpe de Estado

O presidente do Bradesco manda mais do que a presidente da República.

Luiz Carlos Trabuco foi ao Palácio do Planalto, fora da agenda oficial, e enquadrou Dilma Rousseff. Ela se comprometeu a anunciar que apoia o funcionário de Luiz Carlos Trabuco, Joaquim Levy, e que vai perseguir um superávit de 0,7% em 2016.

Em 3 de setembro de 2015, o Bradesco assumiu oficialmente o poder.

Faça o primeiro comentário