Governo age de forma desesperada

A esquizofrenia econômica do governo Dilma Rousseff tem uma explicação. A presidente tenta agradar a gregos e troianos, mas não sai do lugar. “É um instinto político de sobrevivência que já está levando a política econômica a ser crescentemente incoerente e errática. Não é tão calculado. É mais um fruto do desespero”, avalia João Augusto de Castro Neves, da consultoria de risco político Eurasia, em entrevista a O Financista.