Governo quer expulsar embaixador chinês antes de negociar 5G com Huawei

Governo quer expulsar embaixador chinês antes de negociar 5G com Huawei
Foto: Isac Nóbrega/PR

O Antagonista apurou que Ernesto Araújo, o antichanceler, condicionou qualquer conversa com a Huawei sobre o 5G à troca do embaixador da China no Brasil.

Yang Wanming protagonizou embates nas redes sociais com Eduardo Bolsonaro, que pressiona pela expulsão do diplomata chinês.

Por Eduardo, não há disposição sequer para conversas com a gigante chinesa de tecnologia.

Em conversa recente com os CEOs das operadoras, o governo propôs abrir uma linha de financiamento a juros baixo para que as companhias substituam equipamentos da Huawei.

O bolsonarismo quer impedir até a venda de celulares da empresa asiática.

Atualização: a assessoria de Ernesto Araújo entrou em contato para negar que tenha considerado a expulsão do embaixador chinês. O Antagonista mantém sua apuração.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
TOPO