A greve que não acaba

As vendas do comércio varejista brasileiro caíram 0,3% em junho na comparação com o mês anterior, divulgou o IBGE.

O G1 lembra que se trata do segundo resultado negativo consecutivo, acumulando perda de 1,5% em dois meses.

Os dados ainda são reflexo da greve dos caminhoneiros, que causou desabastecimento e queda no consumo.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. E o pior de tudo é que o diesel voltou a subir e num país que relegou as ferrovias ao ostracismo,podemos esperar novas tormentas.Mas o lucro da Petrobras está altíssimo!

Ler mais 19 comentários
  1. E o pior de tudo é que o diesel voltou a subir e num país que relegou as ferrovias ao ostracismo,podemos esperar novas tormentas.Mas o lucro da Petrobras está altíssimo!

  2. o mercado vende menos por que o consumidor está sem dinheiro, é só isto. Os efeitos da greve dos caminhoneiros já passou faz tempo. A recessão é que está aumentando desde final de março deste ano.

  3. O estado viu nessa greve, o bode expiatório que tanto precisavam para justificar suas ladroagens e desmandos. Como disseram, mais abaixo, admitam logo a incompetência do estado br!

  4. Esta bem ruim a situação do Brasil , e a unica certeza e que daqui pra frente vai piorar muito mais.
    O Brasil hoje e governado pelo caos.
    A crise esta só no começo , ainda vai piorar muito mais.

  5. A economia esta quebrada, estagnada, desemprego não cai, produção pífia, varejo, construção civil idem etc… e a culpa é dos caminhoneiros ?!?!

  6. Ano 2025(Buck Rogers!!)… e continuarão a colocar a culpa pelos números ruins da economia, desemprego, queda na produção, vendas etc… nos caminhoneiros ?! até quando usarão essa mentira ?!?

  7. Desculpe-me…mas não é por causa da greve dos caminhoneiros…simplesmente o povo e os empresários estão sem dinheiro para consumir, tudo está sendo usado para pagar impostos, juros abusivos e taxas