Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Guedes é contra vinculação de espaço fiscal aberto com PEC para bancar Auxílio Brasil

Adiamento no pagamento de precatórios e gambiarra no teto de gastos vão liberar o governo para gastar R$ 106,1 bilhões em 2022
Guedes é contra vinculação de espaço fiscal aberto com PEC para bancar Auxílio Brasil
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Paulo Guedes (foto) é contra a proposta de vincular até 2026 o espaço fiscal aberto com a PEC dos Precatórios para bancar o Auxílio Brasil. Essa proposta é defendida por diversos senadores e pode travar a travar o avanço do texto no Senado.

Fernando Bezerra Coelho, líder do governo na casa e relator da proposta, está reunido com parlamentares para encontrar uma alternativa para aprovar o texto. Nas contas da equipe econômica, a PEC abrirá um espaço fiscal de  R$ 106,1 bilhões com o adiamento no pagamento de precatórios e com uma gambiarra no teto de gastos

Desse total, o governo pretende gastar R$ 51,1 bilhões para bancar um Auxílio Brasil de R$ 400.

“Guedes é contra qualquer tipo de vinculação e indexação. Medidas como essa que engessaram o orçamento público”, afirmou um auxiliar de Guedes, na condição de anonimato.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....