Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Guedes e ministro argentino trocam farpas em reunião do Mercosul

Guedes e ministro argentino trocam farpas em reunião do Mercosul
Foto: Marcos Corrêa/PR

A reunião de ministros do Mercosul terminou nesta segunda-feira (26) sem acordo para reduzir tarifas e facilitar negociações comerciais externas, mas com novas trocas de farpas entre eles, registra o Estadão.

No encontro de quatro horas, por videoconferência, houve atritos entre brasileiros, argentinos e uruguaios, em mais uma mostra das acentuadas diferenças políticas entre os governos do bloco.

“Os ânimos se exaltaram quando os argentinos, que presidem o bloco no momento, intensificaram críticas a duas propostas de flexibilizar regras do Mercosul defendidas por Brasil e Uruguai”, escreve o jornal paulistano.

Em provocação a Paulo Guedes, o ministro argentino da Economia, Martín Guzmán, criticou a defesa do livre mercado e disse que “a mão invisível do mercado, de Adam Smith, é invisível porque não existe”.

O brasileiro rebateu dizendo que conhecia os economistas citados pelo argentino, mas acrescentando que “mais da metade dos Prêmios Nobel foram economistas da Universidade de Chicago que ganharam” —em referência à faculdade liberal onde Guedes também estudou.

Leia mais: Guedes e seu ideário foram inteiramente soterrados pelos planos de sobrevivência política do presidente da República e da sua própria reeleição
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO