Guedes inclui em orçamento gastos com estudos para 11 privatizações

O Ministério da Economia inseriu em seu orçamento para 2021 um gasto de R$ 55 milhões com a realização de estudos preparatórios para projetos de privatização e parcerias público-privadas.

O valor compreende o processo de preparação para a venda de ao menos uma estatal e outros dez ativos da União. Segundo estimativas do BNDES, cada estudo para venda de uma empresa pública custa R$ 15 milhões.

Na próxima terça-feira, 6, vence o prazo de 90 dias em que Paulo Guedes havia prometido a realização de “quatro grandes privatizações”.

LEIA AQUI a reportagem de André Spigariol na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Diogo Mainardi: Desista dessa porcaria, Bolsonaro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários
TOPO