ACESSE

Guedes mordido

Telegram

Paulo Guedes foi mordido pelo próprio cachorro.

“A mordida na mão direita foi profunda, fez sangrar, e exigiu que o ministro tomasse vacinas antitetânica e antirrábica”, segundo Cristiana Lôbo.

O fato ocorreu quando Paulo Guedes “tentou impedir o cachorro da família de sair de casa”.

Nem o cachorro obedece mais ao ministro.

Ainda assim, Paulo Guedes mostrou otimismo ontem, em entrevista à CNN Brasil. Ele afirmou que o governo anunciará quatro grandes privatizações de empresas estatais em até 90 dias. Os nomes, segundo ele, serão anunciados em breve.

De acordo com o ministro da Economia, subsidiárias da Caixa estão no radar. “As subsidiárias da Caixa são um bom exemplo. Ali, há R$ 30 bilhões, R$ 40 bilhões ou R$ 50 bilhões em um IPO grande”, afirmou.

Para enfatizar que a sua agenda liberal não mudou desde que entrou no governo, muito embora ele tenha sido eloquente sobre as suas leituras da obra do economista intervencionista John Maynard Keynes, antes de entrar na faculdade e no original em inglês,  na famosa reunião ministerial de 22 de abril, divulgada a mando de Celso de Mello no âmbito do inquérito sobre a interferência indevida de Jair Bolsonaro na PF, Guedes disse que “gostaria de privatizar todas as estatais”. Ele afirmou que os Correios “seguramente” estão na sua lista de privatizações, só não sabe dizer quando isso ocorrerá. De fato, será duro fazer com que os políticos larguem o osso desse cabidão de empregos para apaniguados. Privatização não rima com acordo com o Centrão.

Atualização feita em 06/07/2020, às 10h22.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

  • José -

    Isso é o que acontece quando se quer recriar a CPMF na surdina: até os cães domésticos se revoltam...e mordem.

  • Roberto -

    Antagonista, quantidade e qualidade são coisas diferentes. Melhor postar menos notícias, mas com conteúdo sério, e não essas babaquices. Se o Mainardi quiser fazer palhaçada, que abra um blog separado

  • Nilson -

    Como vocês perderam a noção! Não, não, não é assim que se aje.

Ler 61 comentários