ACESSE

Guedes: "Se brigar a bordo do barco, o barco naufraga"

Telegram

No dia em que o resultado do PIB do primeiro trimestre foi divulgado — uma queda de 1,5% em relação ao trimestre anterior –, Paulo Guedes pediu “cooperação” e “solidariedade” para que o Brasil retome o crescimento econômico.

“Precisamos de cooperação, colaboração, compreensão e solidariedade”, disse o ministro da Economia ao participar de um seminário por videoconferência.

Guedes também comentou os conflitos entre Jair Bolsonaro e o STF. Segundo ele, são desentendimentos “naturais”.

“É natural que, nessa ansiedade, cada um ao seu estilo, um pise no pé do outro. E quem foi pisado vai empurrar de volta. Agora acabou. Um deu o empurrão, tomou o empurrão de volta. Todo mundo remando para chegar na margem”, afirmou.

“Quando chegar na margem, começa a briga de novo. Pode brigar à vontade na margem. Se brigar a bordo do barco, o barco naufraga.”

Leia também: EXCLUSIVO: MORO ATACA

Comentários

  • JOSE -

    O Guedes só se preocupa com os passageiros da primeira classe.

  • Gustavo -

    Até se entende a permanência de Guedes, mas, será que, no final, valerá a pena engolir todos esses sapos para sustentar um governo que perdeu sustentabilidade? Não tenho a resposta.

  • Hueber -

    Guedes, o barco já afundou faz e tempo, só mesmo você para remar com aguá no pescoço sem sair do lugar.

Ler 38 comentários