"Guedes vai ficando"

“Guedes vai ficando”

“A maior injustiça que se pode cometer com Waldery Rodrigues, secretário especial de Paulo Guedes, é atribuir-lhe toda a responsabilidade pela má ideia de financiar o Renda Brasil com uma tunga nos aposentados”, diz Josias de Souza.

“Ele apenas tocou em praça pública um bumbo que soava nos principais gabinetes da pasta da Economia, inclusive no do ministro. Entretanto, submetido ao cheiro de óleo quente que exalava da cozinha do Planalto, Guedes empurrou o auxiliar para dentro da frigideira (…).

Observando-se o comportamento de Guedes, verifica-se que ele tem vocação para engolidor de sapos. Por mais que Bolsonaro lhe faça desfeitas, não parece propenso a sair batendo a porta. Vai ficando.”

Ninguém se importa com o destino de Waldery Rodrigues. O que importa, como dissemos anteriormente, é o custo da covardia para as contas públicas.

 

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília onde ministro conspira contra ministro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 42 comentários
TOPO