Guidomanteguização de Levy

Elio Gaspari, em sua coluna, descreveu a guidomanteguização de Joaquim Levy:

“Levy saiu do prazo de garantia. Não é mais o que seria, mas, na verdade, nunca chegou a sê-lo. Resta saber qual o prazo que lhe resta para sair do prazo de validade. Guido Mantega, seu antecessor, nunca teve certificado de garantia ou de validade e tornou-se o primeiro caso de ministro apreendido, publicamente dispensado em setembro para deixar o cargo em janeiro”.

Ao contrário de Guido Mantega, Joaquim Levy ainda não é xingado de ladrão e enxotado de hospitais e restaurantes, mas é o que vai ocorrer em breve, se ele não deixar o governo.

O destino de Levy


Faça o primeiro comentário