Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Gustavo Franco: grau de abertura do Brasil é 'ridículo'

Em evento organizado pela Gazeta do Povo paranaense, o ex-presidente do BC Gustavo Franco classificou como “ridículo” o grau de abertura comercial do Brasil, registra o Estadão.

Franco, que coordena o programa econômico de João Amoêdo no Partido Novo, criticou a proposta de abertura gradual da economia atribuída a Roberto Giannetti da Fonseca, um dos assessores da pré-candidatura de Geraldo Alckmin.

“Hoje, o Brasil tem grau de abertura ridículo. Em qualquer escala de comparação entre países, somos os últimos. Pena que ele não está aqui, mas, se fizer a abertura gradual que o Roberto Giannetti quer fazer, seguiremos em último”, disse o ex-presidente do BC.

O assessor de Alckmin, cuja presença era esperada no debate, não compareceu por causa de um evento de pré-campanha do tucano.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO