Inflação não dá folga e juros continuarão nas alturas

O Banco Central finalmente percebeu o que todo mundo já sabia: a inflação não vai dar a folga que o governo esperava em 2016 e a autoridade monetária deixou a porta aberta para um aumento de juros mesmo com a atividade econômica nas profundezas do pré-sal. O mercado respondeu ao comunicado da última reunião do Copom e avisa: a Selic não cai por, pelo menos, mais um ano.

Faça o primeiro comentário