Itaú prevê retração maior em 2016

Telegram

Que a crise de 2015 contaminaria 2016, todos já estavam sabendo. As projeções de crescimento para o próximo ano já projetavam uma queda do PIB. Mas pode ser pior do que se pensa. O Itaú Unibanco elevou sua previsão de retração para 2016 de 0,2% para 1%. “Há uma dificuldade maior do que antecipávamos em implementar os ajustes, aumentando a incerteza sobre a economia e dificultando a sua recuperação’, afirma a equipe de macroeconomia liderada pelo economista Ilan Goldfajn.

O Antagonista acha que o Itaú está sendo otimista.