Ives Gandra Filho defende fim do imposto sindical

Ives Gandra Filho, presidente do TST, defendeu o fim do imposto sindical compulsório, que rendeu aos sindicatos 3,5 bilhões de reais no ano passado.

Ele disse ao Estadão:

“Não se sabe como esse dinheiro está sendo usado. O sindicato não pode estar fora da exigência de transparência do uso do dinheiro público”.

Faça o primeiro comentário